sexta-feira, 20 de maio de 2011

Colinenses nº 24 - D-i-p-l-o-m-a-t-a - Crônica do Emb Renato Prado Guimarães




D-i-p-l-o-m-a-t-a


A recepcionista no consultório do dentista, em Barretos, vai preenchendo minha ficha. Chega a hora da profissão:

- Profissão?

- Diplomata.

- Como? Não entendi.

- Di -plo-ma-ta!

- Dá pra repetir?

- D-i-p-l-o-m-a-t-a!

- Ah! Quê que é isso?

A pergunta nem me surpreende; já a recebi inúmeras vezes na vida. O problema é que nem eu sei direito a resposta exata, definitiva.

Dou o esclarecimento convencional, nas circunstancias:

- É o enviado que um país manda a outro, a fim de ali representar e defender seus interesses.

- Ah! Que bacana, né?

Há muitas respostas para a mesma pergunta. Tenho até uma coleção delas, em escritos antigos. Mas estes estão na parte da mudança ainda no porto de Santos.  Deles só me lembro de uma frase mordaz, que não achei oportuno dizer à recepcionista curiosa:

- Diplomata é um funcionário altamente treinado para mentir com elegância e refinamento em estados estrangeiros, em defesa dos interesses de seu próprio país.

Tem mais. Depois eu conto. 

Quando a mudança chegar...




SOBRE O AUTOR:

Renato Prado Guimarães nasceu em Colina, Estado de São Paulo.Começou a carreira profissional como jornalista, nas “Folhas” e no “O Estado de S. Paulo”; paralelamente, formou-se na Faculdade de Direito da USP, no Largo de São Francisco.Diplomata desde 1963, foi Secretário de Embaixada em Bruxelas e Bogotá, Chefe do Escritório Comercial do Brasil nos EUA, Cônsul Geral ad ínterim em Nova York, Ministro-Conselheiro na Embaixada em Washington e Encarregado de Negócios junto aos EUA, ad ínterim.Promovido a Embaixador em 1987, exerceu aquela função na Venezuela, no Uruguai e na Austrália (cumulativamente, também na Nova Zelândia e em Papua-Nova Guiné). Foi igualmente Cônsul-Geral do Brasil em Frankfurt, na Alemanha, e em Tóquio, no Japão.No Brasil, foi Chefe da Divisão de Programas de Promoção Comercial, porta-voz do Itamaraty na gestão Olavo Setúbal e Chefe do Gabinete do Ministro Abreu Sodré; fora de Brasília, foi Chefe do Escritório do Ministério das Relações Exteriores em São Paulo – ERESP, que instalou.Aposentou-se em abril de 2.008. Reside atualmente em Colina, sua terra natal, interior de São Paulo, Brasil.
É o autor de “Crônicas do Inesperado”, lançado em outubro de 2.009.
Para contatos, usar o endereço de e-mail rpguimar@gmail.com
Aberto às suas opiniões, sugestões, etc...

para saber mais sobre o autor, por favor, acesse os links:
http://colinaspaulo.blogspot.com.br/2012/04/renato-prato-guimaraes-autor-colinense.html

ou seu blog: