sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Altivo Ferreira: médico, catedrático, poeta, escritor e teatrólogo

ALTIVO FERREIRA – filho de Nelson Ferreira de Araújo (Seu Nelsinho, farmacêutico, sempre com os óculos na testa) e Maria da Glória Ferreira. Médico pediatra e escritor, vivia em Curitiba, onde morreu em 2005. Poeta e escritor, autor de romances e livros de contos.

Nasceu em Colina, Estado de São Paulo, no dia 9 de novembro de 1924, sendo seus pais Nelson Ferreira de Araújo e Maria da Glória Ferreira, ambos espíritas. Fez o curso primário em sua terra natal.Iniciando o curso secundário no Ginásio Municipal de Barretos, na cidade de Barretos, acabou por concluí-lo no Colégio Osvaldo Cruz, na capital de São Paulo. Em 1946, ingressou na Faculdade de Medicina da Universidade do Paraná concluindo o curso em 1951. Exerceu a Pediatria como especialidade profissional durante 35 anos, dedicando-se, também, ao magistério superior, tendo exercido durante seis anos a cátedra de Clínica Médica Pediátrica da Faculdade de Ciências Médicas do Paraná. É um dos professores fundadores da Escola de Saúde Pública do Paraná, onde exerceu a cadeira de Puericultura.

1953 - primeiro livro Versos Idealistas - Sonetos e Poemas
1956 - segundo livro Espigas do céu - Contos e Sátiras
1961 - terceiro livro O cocotólogo - Contos - (Ficção e realidade na vida de um médico)
1974, publicou Cânticos às árvores - O evangelho das árvores, com segunda edição em 1981. Segundo sua esposa, ele tinha verdadeira veneração pelas árvores e morou, por 10 anos, numa chácara.

Em 1985, publicou Cântico da terra, sob o pseudônimo de Palapoulos e as peças teatrais: O bosque, O colecionador e O esqueleto do meu tio. Em 1992, publicou a novela Cristo no inferno e, em 1995, Tricas e futricas de um telepata.

Casado com Regina Schleder, o casal teve seis filhos. Faleceu em 9/fevereiro/2005. Dados colhidos na obra Tricas e futricas de um telepata e em entrevista com a esposa, em 16 de maio de 2007