sábado, 18 de fevereiro de 2012

Canaricultura

Há 12 anos o advogado Marcelo Basso e o serralheiro João Inamônico “Carazinho” se juntaram para se dedicar a uma paixão em comum: a canaricultura. Juntos, têm aproximadamente 500 canários. “Cada um tem a sua criação, eu tenho os meus na minha casa e o João na dele”, explicou Marcelo, que herdou do pai o gosto pela atividade. Os amigos já participaram de diversas exposições ao longo desses 12 anos e conquistaram resultados expressivos. Marcelo, por exemplo, venceu o Campeonato Brasileiro em 2009, na modalidade cor e juntamente com “Carazinho” conquistaram o Torneio Internacional, realizado em Pirassununga, no mês de maio, na série “Feos sem Fator”. “Nos campeonatos os juízes usam o critério de comparação para decidir o vencedor na modalidade cor, que é onde a gente compete, quanto mais próximo a cor do canário estiver do manual de julgamento, maior será a pontuação”, explicou João. Um fato curioso é que apenas filhotes de aproximadamente 6 meses são levados para as exposições (O Colinense)